Frete grátis para todo Brasil em compras acima R$149,90 | Parcele em até 3x sem juros
01/11/2022

Rótulos

APRENDA A LER RÓTULOS DE SUPLEMENTOS!

Ter informações nos rótulos é algo básico que todas as empresas fazem, porém, aprender a ler os rótulos para saber se aquele produto atende a suas necessidade é a parte mais importante no processo da compra!

Para que você adquira suplementos de confiança e qualidade, leia nossas dicas com cuidado, manda para a família e amigos e não esqueça de salvar este post para conferir sempre que for escolher seu próximo suplemento.

• Conteúdo dos nutrientes: para vitamina e minerais a quantidade de cada porção vem listado como porcentagem de valor diário (%VD) – com base nas necessidades nutricionais em torno de uma dieta de 2.000 calorias.

• Conservantes, aditivos ou adoçantes: confira cuidadosamente se há compostos como conservantes, adoçantes, aditivos, aromatizantes, cores artificiais, etc.

• Aditivos: é importante evitar suplementos que contenham um lista muito longa de aditivos. Exemplos: celulose, ácido esteárico, gelatina, óleo de soja, maltodextrina, sorbato de potássio, dióxido de silício, ácido cítrico, dióxido de titânio, lecitina de soja, estearato de magnésio, sorbitol.

• Ingredientes: vale observar que os ingredientes de um suplemento aparece nas informações nutricionais pela ordem de predominância – os ingredientes em maiores quantidades serão listados primeiro.

• Suplementos à base de alimentos ou de alimentos integrais: Esses suplementos geralmente são produzidos com uma mistura de alguns itens alimentares desidratados. Nesse caso, é importante observar se há itens sintéticos, aditivos e aromatizantes.

• Veganos: é importante verificar se nas informações nutricionais há produtos de origem animal, por exemplo, gelatina, estearato de magnésio, colágeno, carmim (ácido carmínico) e lanolina, entre outros itens.

• Suplementos OGM ou não OGM: observe essa sigla OGM (organismos geneticamente modificados) e “Não OGM”(produtos que não contém organismos geneticamente modificados).

• Nada de Fake News: ATENÇÃO! Suplementos não são medicamentos. Suplementos alimentares não tratam, nem curam doenças, antes são indicados para fornecer nutrientes que complementam a alimentação e visam um cuidado com a saúde. Nenhum suplemento pode alegar cura, eles podem apenas reduzir o risco de certas doenças.

• Alergias: as informações sobre ingredientes que provocam certas alergias devem ser informadas nas tabela nutricional da embalagem do produto. Normalmente pessoas que apresentam alergias ao leite, ovos, peixes, mariscos, soja, trigo e amendoim devem ter muito cuidado ao ler os rótulos e informações nutricionais dos suplementos antes de comprar ou consumir.

• Doença celíaca ou sensibilidade ao glúten: certifique-se de que existe alguma informação de que o produto é livre de glúten – nesse caso, as pessoas têm de procurar suplementos que não tenham vestígios de glúten.